sexta-feira, 12 de setembro de 2014

The Plates - Hambúrguer vegano


Uma boa dica para lanche sem lactose é verificar as opções veganas que algumas lanchonetes oferecem.
Experimentei o hambúrguer vegano do The Plates e achei muito bom, bem saboroso. 
O hambúrguer é feito de legumes a base de grão-de-bico. 
Achei parecido com um falafel gigante, aquele bolinho frito de grão-de-bico que encontramos em restaurantes árabes. 
O sanduíche ainda leva mandiokejo (queijo vegetal de mandioquinha), cebola caramelizada, molho barbecue, alface e tomate.
Super recomendo!
O The Plates fica na HCGN 706/707 Bloco E, loja 06, Asa Norte e também faz entregas em domicílio.

Frutta Mesmo - Leite de aveia


Além dos picolés, já faz um tempo que a Frutta Mesmo está produzindo sob encomenda o leite de aveia, super indicado aos intolerantes e alérgicos ao leite.
É um leite vegano com muitas propriedadades benéficas.
Encomendei em duas versões para experimentar, o puro e o batido com frutas.
O diferencial é que na encomenda do batido com frutas, você pode escolher a proporção de fruta na composição, 50%, 60% e por aí vai.
O puro é bom inclusive para fazer a sua própria vitamina.
Os de fruta que experimentei foram os de frutas vermelhas e de acerola, todos dois muito gostosos, a consistência é bem grossinha, lembra muito aquelas "smoothies" americanas.
Os leites devem ser conservados em geladeira e dura em média uns 4 ou 5 dias no máximo, porque não levam nenhum tipo de química.
Achei muito bom. Recomendo!


Oetker - Chocolate em pó solúvel


Descobri o chocolate em pó solúvel da Oetker em busca de alternativa aos outros dois que já costumo usar em receitas que postei aqui.
Ele não leva leite dentre os ingredientes, mas possui traços de leite, então estaria indicado apenas aos intolerantes à lactose, não sendo adequado o seu uso para os alérgicos à proteína do leite de vaca.
Em termos de preço ele é mais econômico.
Testei nas receitas de calda de chocolate e de bolo de chocolate e não vi muita diferença, ficaram muito boas.


terça-feira, 1 de julho de 2014

Torta de morango com cobertura de farofa crocante - sem lactose


E a temporada de morangos está apenas começando, mas infelizmente temos poucas receitas de tortas que não levem leite. 
Vi essa receita em um site americano e fiquei doida para experimentar (a original está aqui).
A princípio me lembrou a receita de uma cuca, mas sem o leite, ou seja, tudo de bom para nós intolerantes.
O único problema é que ela leva bastante manteiga e açúcar, não é indicada, portanto, para quem tem alergia à proteína do leite, só para quem é intolerante à lactose.
É uma torta de 3 camadas, a de baixo de bolo, a do meio de uma mistura de morangos e a de cima de uma farofa doce e crocante.
Ao final, ela fica com uma consistência mais durinha que uma cuca, dá pra servir cortando em quadrados.
O cheiro dela assando é de matar. 
Ficou deliciosa, só achei que para o meu paladar ficou um pouco doce demais, daquelas que não dá pra comer em grande quantidade de uma vez.


A receita com os meus comentários:

Ingredientes:

Farofa doce crocante:
12 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida
1 e 1/2 xícara de açúcar demerara
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1/4 de colher de chá de sal
Obs1: Achei que rendeu demais e nem cheguei a usar tudo, usei apenas 2/3, mas mesmo assim achei que ficou muito, próxima vez farei só a metade da quantidade.

Mistura de morangos:
2 e 1/2 xícaras de morangos picados (cortei em 4 cada um)
2 colheres de sopa de açúcar demerara
1/3 de xícara de farinha de trigo
Obs2: Aqui capricharia mais na quantidade de morangos, arredondaria para 3 xícaras de morangos picados.

Bolo:
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
1 xícara de manteiga sem sal em temperatura ambiente
2 xícaras de açúcar de confeiteiro
4 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
Obs3: Não cheguei a usar a essência de baunilha, acho que pode ser opcional.

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte com manteiga uma forma retangular de aproximadamente 22,5cm X 32,5cm. Forre a forma com papel manteiga, deixando sobrar 5cm nas extremidades. Depois, unte por cima do papel com manteiga e farinha de trigo, sacudindo o excesso de farinha. Isso ajudará a retirar a torta da forma depois.

Obs4: A minha assadeira tinha quase essa dimensão, no comprimento era igual, na largura 1,5cm mais larga e deu certo. Deu uma torta bem grande.

Farofa doce crocante:
Misture a manteiga, o açúcar e o sal. Acrescente a farinha e misture com um garfo para formar grandes migalhas. Se a mistura estiver muito molhada, acrescente mais farinha (isso pode variar de acordo com o teor de água da sua manteiga). Leve a geladeira até ficar pronta pra uso.

Obs5: A minha ficou mais molhada e tive que acrescentar mais farinha para conseguir as migalhas mais grandes e soltas, por isso faria metade da receita, acabou rendendo muito. Na geladeira ficou aproximadamente uma hora antes de usar.

Mistura de morangos:
Misturar os morangos picados, o açúcar e a farinha em uma vasilha e reservar. Os morangos devem ser picados mesmo e não triturados.

Obs6: Como disse antes, aumentaria um pouco a quantidade de morangos picados.

Bolo:
Misture a farinha, o fermento e o sal em uma vasilha, reserve.
Bata a manteiga e o açúcar de confeiteiro na batedeira até formar um creme. Em seguida, vá acrescentando os ovos, um de cada vez. Abaixe a velocidade da batedeira e acrescente a essência de baunilha, caso queira usar.
Em seguida, vá acrescentando a mistura de farinha, fermento e sal que reservou no início.
Espalhe essa massa na forma preparada. Por cima vá espalhando a mistura de morangos. Por fim, cubra com a farofa doce e crocante.

Asse até dourar ou até que um palito inserido no meio saia com migalhas úmidas por 55 a 65 minutos. Cubra com papel alumínio nos últimos 15 a 20 minutos se em cima começar a ficar muito marrom. Deixe esfriar completamente na forma. Usando a saliência do papel tire a torta da forma. Corte em quadrados. Polvilhe com açúcar de confeiteiro se desejar.

Obs7: No meu forno levou 50 minutos para assar. Não precisei usar o papel alumínio por cima, ficou douradinha. A dica do papel manteiga realmente ajuda na hora de tirar da forma. Os quadrados ficam perfeitos e fáceis de cortar sem deformarem. Preferi não polvilhar o açúcar de confeiteiro por cima, pois já achei demais a quantidade de açúcar da receita.











Arcor - Chocolate Amargo 53%



Depois da decepção da alteração de fórmula do chocolate meio amargo da Garoto que postei aqui, fiquei buscando alternativas de chocolate em barra para utilizar nas receitas.
Nas mensagens me indicaram alguns, como o amargo da Arcor e  o dark da Melken.
Não são chocolates muito fáceis de achar, aqui em Brasília achei os dois na Casa do Chocolate que fica no Conic.
Experimentei o da Arcor amargo 53%, a barrinha é de 150g, tamanho ótimo para usar em receitas pequenas. Não leva leite na formulação, mas pode conter traços, então não seria indicado para quem tem alergia à proteína do leite de vaca, só para quem é intolerante.
O dark da Melken experimentei uma barrinha pequena com passas, porque o dark puro só era vendido em barras de 1kg, aí era demais para a minha pessoa. (rs)
Ele também não tem leite na composição, mas também pode conter traços, então também não seria indicado para quem tem alergia à proteína do leite de vaca, só para quem é intolerante.
Fica aqui a dica para retomar as receitas que pedem chocolate em barra.


sexta-feira, 27 de junho de 2014

2 anos do Achei sem Lactose - Muito o que comemorar!!!


E o Achei sem Lactose completa 2 anos com muito o que comemorar!
Ao longo desse ano que se passou, percebi mais conscientização e mais respeito com as pessoas com restrições alimentares.
Surgiram muitas campanhas e leis específicas, muitos produtos, mais estabelecimentos especializados em bem servir, enfim, muitas novidades boas para quem tem intolerância à lactose e outras restrições alimentares.
Estamos avançando, o que nos dá ainda mais esperança de conviver bem e feliz com a nossa intolerância.
Estou preparando novidades para o blog, mas gostaria de compartilhar com vocês nessa data tão especial o nosso mais novo meio de contato.
Além da aba lateral "Contato" que vocês já conhecem para enviar mensagens, podem escrever agora também para o nosso e-mail: contato@acheisemlactose.com. 
Aproveitem para mandar dúvidas, sugestões, dicas que enriquecem muito o nosso blog. 
O meu muito obrigada a todos que acompanharam o blog durante esse ano e por tanto incentivo vindo das mensagens. 
Viva o Achei sem Lactose, VIVA!!!




quarta-feira, 25 de junho de 2014

Cuscuz de Tapioca - sem lactose e sem glúten


Amo esse cuscuz de tapioca muito comum na Bahia que é uma delícia para o café da manhã ou lanche da tarde.
É tão fácil de fazer que vale a pena experimentar.

Ingredientes:

3 xícaras de farinha de tapioca (daquela mais graúda quebradinha ou de bolinha, não é a goma de fazer tapioca)
2 xícaras de água
1 coco seco
1 xícara de açúcar
1 colher de café de sal

Preparo:

Descasque o coco e bata no liquidificador com a água para preparar o leite de coco fresco.
Coe, espremendo bem o bagaço do coco para soltar bem o leite.
Reserve o bagaço do coco.
Misture o açúcar e o sal no leite de coco misturando bem até que os dois estejam bem dissolvidos.
Numa vasilha coloque a farinha de tapioca, acrescente a mistura de leite de coco e misture bem.
Acrescente um pouco do bagaço do coco que reservou , umas 3 a 4 colheres de sopa e misture também.
Trasnfira a mistura para um pirex ou forma.
Observe se fica bem empapado, o ideal é ficar mais ou menos um dedo de líquido acima da mistura.
Assim, a tapioca absorverá todo o líquido e inchará ficando na consistência de um cuscuz, sendo possível ser cortado.
Deixe descansar o tempo suficiente para a tapioca absorver todo o leite de coco.
Sirva em seguida ou conserve em geladeira até a hora desejada.

Atenção: Essa receita não fica boa com o leite de coco artificial, o sabor fica completamente diferente.






terça-feira, 24 de junho de 2014

Bolo de chocolate - sem lactose


Esse bolo de chocolate completamente sem lactose é muito bom, fica doce na medida e não sobra um pedaço no prato.

Ingredientes:

3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de chocolate em pó solúvel
1 xícara de açúcar
1 pitada de sal
1 xícara de óleo
1 xícara de água quente
4 ovos
1 colher de sopa de fermento em pó

Preparo:

Em um recipiente misture os ingredientes secos: farinha, chocolate, açúcar e sal.
Acrescente o óleo e misture bem.
Depois acrescente a água quente e misture até ficar tudo bem encorpado.
Acrescente os ovos batidos e misture bem.
Por último acrescente o fermento e misture rapidamente.
Leve para assar em forno médio por 30 a 40 minutos ou até que o palito saia limpo.

Para cobrir, sugiro a calda de chocolate que postei aqui.




segunda-feira, 16 de junho de 2014

La Naturelle - Sorvete sem Lactose

 Recebi essa dica do leitor Rafael que encontrou esse sorvete da La Naturelle sem lactose na rede Pão de Açúcar aqui de Brasília. Ele recomendou o de chocolate e lá fui eu conferir.
Até então eu não conhecia os sorvetes dessa marca, que são sem glúten, sem lactose, sem gordura trans, sem conservantes, corantes e aromas artificiais. Bom demais, né?
Chegando no supermercado fiquei na maior dúvida na escolha do sabor, tem também de maracujá, açaí, manga, acerola, amora e morango, além do de chocolate.
Cheguei a pegar os potinhos de maracujá (que eu amo) e de chocolate. rs
Mas meu filho acabou insistindo pelo de maracujá e foi o que levamos. O de chocolate ficará para a próxima.
Achei o sorvete bem gostoso mesmo. Aprovadíssimo!
Obrigada pela dica, Rafael!


quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ernesto Cafés Especiais - bebidas com leite zero lactose ou de soja


Um dos cafés mais charmosos de Brasília é sem dúvida o Ernesto Cafés Especiais que acabo de conhecer.
Além de contar com um ambiente super aconchegante, moderninho e muito bem decorado, ele tem um cardápio fantástico, que inclui cafés especiais, bebidas quentes e geladas feitas a base de café e comidinhas diversas.
E para quem tem intolerância à lactose não precisa ficar só na vontade, eles podem fazer adaptações utilizando o leite zero lactose ou de soja.
Tomei um capuccino com leite zero lactose maravilhoso e acabei provando também o bolinho de fubá com laranja que também não tem leite. 
Recomendo!
Vale a pena conferir!
O Ernesto Cafés Especiais fica na CLN 115 Bloco C Loja 14.

Bentô Kids - Naked Cakes sem lactose e/ou sem glúten


A Bentô Kids está com novidades.  
Além de todas aquelas delícias fofas e dos cursos que nós já apresentamos aqui no blog está produzindo Naked Cakes maravilhosos.
Os Naked Cakes da Bentô Kids podem ser produzidos sem lactose e/ou sem glúten no tamanhos grande (com vários andares) para compor a mesa do seu evento ou na versão mini. 
Para o dia dos namorados, a Evelyne do Bentô Kids, está aceitando encomendas especiais de mini naked cakes que servem 2/3 pessoas.
As fotos já dizem tudo, de comer com os olhos e com a boca.
O contato do Bentô Kids é: (61) 8112 1416 - Evelyne, e-mails: bentokids@gmail.com e contato@bentokids.com.br ou acessar a sua fanpage.


sábado, 17 de maio de 2014

Tudo Trigo - Pães Integrais Artesanais sem lactose



Conheci a Tudo Trigo, uma casa de pães e salgados artesanais.
Eles produzem alguns produtos sem lactose, como o pão de mandioca, os integrais simples, de ameixa, de passas, de damasco, castanha-do-pará, multi grãos e gergelim, além dos recheados com linguiça, banana com açúcar e canela e maçã com açúcar e canela.
Experimentei o integral simples e o de castanha-do-pará, gostei muito. Pretendo voltar lá para experimentar as outras opções.
A Tudo Trigo fica na CLN 316 Bloco F Loja 11 - Asa Norte e o telefone é 98238786.

terça-feira, 29 de abril de 2014

Festinha sem lactose - Café da manhã


Muitos leitores me escrevem pedindo dicas de festinha sem lactose.
Como amo o tema, sempre estou em busca de alternativas. 
Sei o quanto é difícil pensar em uma festinha sem lactose e por isso acho tão importante compartilhar essas idéias aqui no blog.
Assim, farei um relato da última que realizamos, o porquê de cada escolha, para que possa servir de inspiração.




(Latinhas reaproveitadas e decoradas com ervas aromáticas para servir de lembrancinha)

Para crianças, gosto muito do horário da manhã, pois elas acordam e já estão com a corda toda. 
É o horário em que percebo que elas aproveitam mais. 
Depois da festinha estão tão cansadas que só querem almoçar e tirar uma boa soneca.
Não é a toa que é o segundo ano em que programamos a festinha do nosso filho para esse horário, só que dessa vez fizemos um café da manhã bem caprichado.
Em festinha sem lactose, é impossível contratar todo o serviço de fora, até hoje não conheci nenhum buffet especializado nisso.
Você consegue no máximo um ou outro fornecedor que tenha produtos sem lactose, então o jeito é fazer algumas coisas em casa e contratar outras.
Como gosto de arregaçar as mangas, acabo fazendo muita coisa em casa, inclusive a decoração, que é uma das minhas paixões.
Também procuro colocar o máximo de itens sem lactose, mas para agradar a todo mundo acabo abrindo mão de alguns itens com lactose. 
O cuidado é deixar tudo muito bem identificado, para que as pessoas possam comer com segurança.
Como a festa começava às 9hs da manhã e se estenderia até a 13hs da tarde, servimos ao final da festa uma torta de frango e um caldo para  reforçar o cardápio, já que optamos por não servir almoço.
Aproveitamos também que temos família morando em Fortaleza e Salvador e encomendamos algumas coisas dessas duas cidades.
Acabamos envolvendo a família e amigos na preparação da festa, o que torna tudo mais gostoso.
Uma pena não termos tirado fotos com todas as comidinhas.
A postagem acabou ficando enorme, mas achei necessário fazer assim para passar todas as dicas.
Espero que gostem.

(A papelaria da festa foi baixada gratuitamente na internet, o móbile foi criação minha.)


(As bandejas de vidro foram revestidas com papel estampado com o tema da festa.)
(Os brownies ganharam fitinhas e enfeites.)

(Os biscoitinhos foram servidos em depósitos charmosos)

Mesa do Bolo

-Bolo branco com recheio de geleia de morango e cobertura de marshmallow sem lactose (feito em casa)
-Bolinho de cenoura com cobertura de chocolate sem lactose (feito em casa, apenas os confeitos contém lactose)
-Bolinho de cenoura com cobertura de marshmallow sem lactose (feito em casa)
-Balinha de gelatina sem lactose (feita em casa pela amiga Luizimeire)
-Brownie sem lactose (da Lourdes de Fortaleza)
-Biscoito Carequinha no baldinho sem lactose (da Casa de Noca de Salvador)
-Biscoito Joaquim Teodoro no carrinho transparente sem lactose (da Casa de Noca de Salvador)
-Bala de Vidro, contém lactose (do Lucivânio de Salvador)
-Docinhos de brigadeiro e beijinho de coco, contém lactose (da Casa de Biscoitos Mineiros)

(Porta-retrato ajudou a decorar a mesa das comidinhas.)
(Portinhos de vidro reaproveitados e decorados para servir o iogurte)

(Utilizamos o papel estampado com o tema também para decorar os potes de vidro com os talheres.)

(Mesa de comidinhas ao fundo, pista de carros construída por nós e amigo fez semáforo que piscava de verdade.)


Mesa das Comidinhas:

-Frutas (caqui, mamão e melão)
-Complementos: geleia de morango, manteiga, granola, maple syrup.
-Pastas de tofu com tomate seco e tofu com ervas sem lactose (da Mariá Doces e Salgados)
-Frios (blanquet de peru e queijo mussarella)
-Pãezinhos de batata e de abóbora sem lactose (da Mariá Doces e Salgados)
-Mini pão francês (da Pão Italiano)
-Pão "sem queijo" sem lactose (da Mariá Doces e Salgados)
-Pão de queijo, contém lactose (da Casa de Biscoitos Mineiros)
-Cuzcuz de milho com ovos mexidos sem lactose (feito em casa)
-Cuzcuz de tapioca com leite de coco natural sem lactose (feito em casa)
-Iogurte Natural servido em potinho de vidro com borda de chocolate e confeitos, contém lactose (reaproveitamos apenas os potinhos dos iogurtes da Danubio sem lactose para servir, por conta do custo alto de servir todos sem lactose, mas pode-se comprar algumas unidades sem lactose apenas para as pessoas intolerantes)
-Torta de Frango sem lactose para servir ao final da festa (da Casa de Biscoitos Mineiros)
-Caldo de frango com mandioca sem lactose para servir ao final da festa (feito em casa)

(Comprar suqueiras é um bom investimento para quem gosta de realizar festas saudáveis.)

Bebidas:

-Água
-Sucos de manga e melancia (feitos em casa)
-Café (feito em casa)
-Chocolate Quente sem lactose (feito em casa)

(Cantinho das Lembrancinhas)

(Conteúdo das maletinhas)
Lembrancinhas:

-Biscoitos caseiros sem lactose no formato de ferramentas (feitos em casa pelos amigos Katia e Lindomar)
-Giz de cera de carrinhos (feito em casa por nós)
-Passaporte dos carros

Decoração:

-Planejamento, criação e execução: Marília Melo do Achei sem Lactose.
-Papelaria: Hostess with the mostess blog
-Pista de carros: Paulo Giordanni e Lindomar Oliveira
-Semáforo: Lindomar Oliveira



segunda-feira, 14 de abril de 2014

Lugano - Chocolates sem lactose


Na minha busca por chocolates sem lactose nessa Páscoa, encontrei a Lugano. 
É uma empresa de Gramado que fabrica chocolates finos e que abriu uma loja aqui em Brasília.
Estive na loja e gostei muito dos produtos sem lactose, porque ao contrário de outras empresas que limitam muito o leque de produtos sem lactose, eles oferecem várias opções.
Tem barrinhas de chocolate a base de leite de soja, barrinha de chocolate meio amargo, barrinha de chocolate meio amargo com castanha de caju, barrinha de chocolate meio amargo 70%, bolinhas de flocos de arroz cobertas de chocolate, pastilhas de chocolate com menta, coelhinhos de chocolate, além dos ovos "sem lactose" e meio amargo 70%.
Todos esses produtos são sem lactose, não é uma maravilha?
Fiquei super feliz com a descoberta, mais ainda em saber que o chocolate quente que eles servem na loja também é sem lactose e feito a base do leite zero lactose da Piracanjuba.
O diferencial da Lugano é que os chocolates não levam glúten nem gordura vegetal hidrogenada, eles usam a manteiga de cacau como gordura.
Virei fã.
A loja da Lugano em Brasília fica na SHCN CL 111 Bloco A Loja 13 - Asa Norte.





quarta-feira, 26 de março de 2014

Mariá Doces e Salgados Especiais


Recebi a indicação da Mariá Doces e Salgados Especiais de uma amiga vegetariana. 
Eles tem um cardápio com várias opções de tortas, bolos, doces e salgados para festas, além de comidas vegetarianas sem a utilização de qualquer produto de origem animal na preparação, ou seja, completamente isentos de lactose.
Não sou vegetariana, mas como já falei aqui no blog, para quem é intolerante à lactose uma boa opção é recorrer aos serviços vegetarianos que naturalmente oferecem produtos sem lactose.
Encomendei com a Mariá os pãezinhos de batata e de abóbora (tamanho coquetel) que vieram acompanhados dos antepastos de tofu com tomate seco e de tofu com ervas, além dos pães "sem queijo" que eles produzem. 
Experimentei esses produtos e achei tudo delicioso!
Recomendo muito!
Os contatos da Mariá são (clique na palavra): fanpagesite, ou ligar para Orlando / Vívian nos telefones 35221865 (loja), 92065093 (tim), 84943678 (tim) e 92711673 (claro). Vale a pena escrever um e-mail para mariasalgadosespeciais@gmail.com e solicitar o envio do cardápio para conhecer todos os produtos que eles fabricam.


terça-feira, 18 de março de 2014

Da série: Só com muita tolerância! (4)

Você vai à lanchonete e pede: um sanduíche SEM queijo e outro com queijo pra viagem.
Conviver com pessoas com tolerância à lactose fazem parte da sua vida social.
No entanto, faz questão de pedir primeiro o SEM queijo e ainda faz um monte de recomendações para justamente não esquecerem.
Aí você recebe, vai conferir e os dois estão com queijo.
Reclama, avisa que os dois vieram com queijo.
Aí eles "consertam" e vem os dois sem queijo.
Reclama de novo e só então vem um sem queijo e o outro com queijo.
E um pedido que era pra levar 20 minutos, demora 40 minutos.
Aí você se pergunta: Qual foi a parte de um sanduíche sem queijo e um sanduíche com queijo que não entenderam?


Pela aprovação do PL Nº 1.490/2013 já! 
Para acompanhar o andamento do PL acesse aqui.

Verde Campo - Cottage LACFREE


Experimentei o Cottage LACFREE da Verde Campo e gostei muito. Ele é bem saboroso, tem um gostinho bem marcante para um queijo branco e o seu preço é mais acessível que os outros queijos sem lactose da marca. 
Aqui em Brasília, tenho achado queijos sem lactose  com mais facilidade dessa marca, até gostaria de experimentar outros, mas nos locais que costumo frequentar geralmente só tem da Verde Campo pra vender.
Quem tiver dicas de onde achar de outras marcas, agradeço, gostaria de poder conhecer outras opções.


ALERTA - CUIDADO com o Chocolate Meio Amargo da Garoto


Se você é daquelas pessoas que, como eu, faziam uso do Chocolate Meio Amargo da Garoto, inclusive em receitas, por ser o único do mercado que não tinha leite na sua composição, muita ATENÇÃO.
Os chocolates Meio Amargo da Garoto, inclusive a versão "Cobertura", agora tem uma "Nova Formulação" que CONTÉM LEITE.
Isso mesmo! Hoje no supermercado conferi os ingredientes do tablete e da cobertura. 
Na embalagem consta apenas um discreto aviso: *Nova Formulação.
Adeus musse de chocolate sem lactose que postei aqui e brigadeiro que postei aqui!
Uma pena que ficamos sem essa opção.
Surpresa com a Garoto que vai na contramão do mercado e altera a composição de um produto consumido por intolerantes à lactose e veganos, justamente por ele não apresentar leite em seus ingredientes.
Se você é intolerante à lactose ou vegano, NÃO COMPRE!





terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Identifique! Identifique-se! Se identifique!


No dicionário, encontramos o seguinte significado para identificar: 
v.t Tornar ou declarar idêntico
Achar a identidade de
Determinar a natureza de uma coisa
v.pr. Compenetrar-se dos sentimentos ou idéias de outro
E alguns de seus sinônimos são: detectar, reconhecer, caracterizar, apresentar-se, igualar, mesclar-se, adaptar-se.

Interessante perceber que para nós intolerantes o primeiro passo é identificar, detectar o nosso problema.
O segundo é identificar, reconhecer que teremos que conviver com ele.
O terceiro é passarmos a identificar, caracterizar alimentos toleráveis, locais onde é possível comer, fontes de informação.
O quarto é identificar-se, apresentar-se como intolerante à lactose.
O quinto eu diria que é se identificar, se igualar, mesclar-se, compenetrar-se com outros intolerantes à lactose ou pessoas com restrição alimentar.
E o sexto que é uma consequência de todos os outros, é identificar-se, adaptar-se completamente à nossa condição.

Desde que identifiquei a intolerância à lactose na minha vida e reconheci que teria que conviver com ela, um mundo novo se descortinou à minha frente, um mundo que nunca pensei em conhecer.
A vida é mesmo algo surpreendente, nos leva por caminhos e lugares inimagináveis.
E ao longo desse caminho amadurecemos muito, conhecemos tantas pessoas, aprendemos com as trocas de experiência e com a nossa nova condição.
Algo que no início parecia ser extremamente difícil, se torna suportável, depois natural, depois faz parte da nossa condição humana, que tem como uma de suas características mais encantadoras, a de ser adaptável.
Hoje, identifico, identifico-me, me identifico e tenho tido surpresas maravilhosas com essa maneira de lidar com à intolerância à lactose, de conviver com o problema.
A indústria está oferecendo mais opções de produtos especiais, os estabelecimentos estão se informando e informando melhor, há muita fonte de informação disponível, confiável, boa e útil para nós, enfim, a situação não é a ideal ainda, mas tem evoluído.

Então, para você que se identifica como intolerante à lactose, o meu conselho é:

Identifique! Identifique-se! Se identifique!


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Verde Campo - Queijo Minas Padrão sem lactose

Experimentei finalmente o queijo Minas padrão sem lactose. (rs)
Vi que existem de várias marcas, mas esse da Verde Campo foi o que encontrei mais fácil.
Aqui em Brasília, esse tipo de queijo é mais facilmente encontrado em lojas de produtos naturais.
Achei o queijo muito bom, é macio, o sabor bem leve, ótimo para fazer sanduíche.
O grande problema desse tipo de queijo é o preço. Realmente isso me impressionou, precisam melhorar e muito o valor de comercialização, porque desse jeito não dá pra consumí-lo com frequência.
Mas vale a pena a dica para os intolerantes que querem matar um pouco a saudade de consumir queijo.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Da série: Só com muita tolerância! (3)

Você vai naquele restaurante legalzinho que tem o costume de ir.
Afinal, eles indicam as restrições dos pratos, um tremendo avanço.
Aí você começa a se servir e vê em uma torta que costuma ter a indicação: contém lactose, a indicação: sem lactose.
É claro que você resolve perguntar se mudaram a receita, antes de ir se animando.
A atendente não sabe explicar (normal) e chama a nutricionista que percebe que tinham errado na indicação de restrição do prato. Sei que erros acontecem, mas...
Peraí, deixa ver se eu entendi, pegadinha na indicação de restrição do prato???
É isso mesmo, produção?


Pela aprovação do PL Nº 1.490/2013 já! 
Para acompanhar o andamento do PL acesse aqui.

Manjar de coco - sem lactose


Minha mãe adaptou essa receita de manjar de coco que testamos juntas.
É bem rápida e prática de fazer e eu achei que o manjar ficou delicioso.
Espero que gostem.

Ingredientes:

1 garrafinha de 200ml de leite de coco
2 xícaras de leite zero lactose
2 colheres de sopa de amido de milho
1/2 xícara de açúcar
1 pitada de sal

Ingredientes para a calda de ameixa:

1/2 xícara de açúcar
200g de ameixa sem caroço
1 e 1/2 xícara de água

Preparo:

Misture todos os ingredientes com cuidado para que todo o amido de milho esteja bem dissolvido. Coloque em uma panela e leve ao fogo mexendo sempre até cozinhar e ficar na consistência de um mingau. Despeje em uma forma com buraco no meio e leve à geladeira por aproximadamente duas horas ou até firmar. Depois, desenforme em um prato de bolo fundo.

Dica: Quem preferir, pode fazer uma versão de chocolate acrescentando na receita um pouco desses chocolates em pó que recomendo aqui. Pode-se fazer também uma versão bicolor, coloque metade na forma do creme branco e leve a geladeira até firmar. Depois, acrescente por cima a outra metade do creme com chocolate e leve a geladeira até firmar. 

Preparo da calda de ameixa:


Misture todos os ingredientes e leve ao fogo em uma panela. Aguarde ferver e cozinhar um pouco, mas não por muito tempo, a calda deve ficar fina. Espere esfriar e derrame em cima do manjar, enfeitando com as ameixas.

Atenção: A receita pode ser consumida apenas por quem tem intolerância à lactose, quem tem alergia à proteína do leite de vaca não deve consumir, uma vez que leva o leite zero lactose.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Instituto Girassol - Grupo de Apoio aos Portadores de Necessidades Nutricionais Especiais


Uma pessoa da família que tem APLV (Alergia à Proteína do Leite de Vaca) me indicou o site do Instituto Girassol, que eu ainda não conhecia. 
É uma organização sem fins lucrativos que se propõe a ser um grupo de apoio aos portadores de necessidades nutricionais especiais, por isso achei tão importante compartilhar aqui.
São muito interessantes as informações que eles divulgam, que abrangem não só quem possui intolerância à lactose e APLV, mas também quem possui intolerância ao glúten, alergia à soja e ao ovo. 
Acessando o site é possível fazer gratuitamente o download de Receitas Culinárias para Crianças com Alergia Alimentar em duas versões, uma com receitas triviais e outra com receitas para festas. 
Tem muitas receitas legais que não levam leite.
Vale a pena conferir!