domingo, 30 de setembro de 2012

Bolo Desconstruído sem lactose




Eu tinha visto umas fotos na internet de bolo desconstruído, a última moda em festas de aniversário e até casamentos. 
O bolo desconstruído nada mais é do que o bolo sem cobertura, com o recheio aparente, mas não só isso, ele é daqueles que dá vontade de comer com os olhos e com a boca.
Pesquisei várias receitas para tentar adaptar uma versão sem lactose. 
Encontrei muitas em que a sugestão da massa era pão-de-ló, porque ela deve ser bem fofinha e a sugestão de recheio de "butter cream" (que é feito à base de manteiga e leite). São usadas também frutas vermelhas. 
Não sou muito fã de pão-de-ló, acho sem graça e também não quis arriscar uma adaptação mal sucedida do "butter cream". 
Não achei as frutas vermelhas e tive que improvisar com morangos (recheio) e uvas sem caroço para ajudar a enfeitar em cima.
No recheio pensei de usar o chantilly vegetal que você já encontra pronto. Falei sobre ele na postagem anterior aqui.
Para a massa resolvi fazer uma que a Graça que me ajuda aqui em casa inventou. 
Quando estávamos procurando a receita ideal de bolo de laranja, ela criou essa receita que eu achei fantástica e ficou perfeita para o bolo desconstruído sem lactose. Essa massa é muito gostosa e cheirosa.

Massa do Bolo Desconstruído (Bolo de Laranja da Graça)

Ingredientes:

300 ml de suco de laranja
4 ovos
2 xícaras de açúcar
1 xícara de óleo
2 xícaras de farinha de trigo 
1 colher de sopa de fermento em pó 
Casca de 1 laranja

Preparo:

Bater primeiramente o suco, os ovos, o açúcar, o óleo e a casca da laranja no liquidificador. Quando estiver bem batido, acrescentar a farinha de trigo e o fermento e continuar batendo até a massa ficar uniforme. Simples assim!!!
Depois levar ao forno em fôrma bem untada e enfarinhada. Essa massa cresce e rende muito, então coloquei a massa em duas fôrmas redondas iguais de 27 cm de diâmetro, metade em cada uma, para que cada bolo ficasse mais baixinho. 
Assim que estiver assado retirar do forno para o bolo não ficar escuro demais, ele deve ficar clarinho.
Quando ambos estavam frios desenformei, a primeira metade recheei com uma boa camada de chantilly vegetal e morangos. Fiz a borda do recheio com as pontinhas dos morangos viradas para fora. 
Preparei os morangos (usei 3 bandejinhas) da seguinte forma,  depois de bem lavados cortei ao meio e coloquei numa vasilha com 2 colheres de sopa de açúcar, dei uma misturada e deixei descansar para perder um pouco da acidez (dica da irmã). 
Depois de rechear, coloquei a outra metade do bolo em cima.
O caldinho que sobrou dos morangos joguei em cima do bolo.
Separei alguns morangos bem bonitos para enfeitar. Depois de enfeitado, peguei o açúcar de confeiteiro e peneirei em cima. Ponto!
A foto fala por si, esse bolo além de bonito ficou incrivelmente gostoso, simplesmente voou aqui de casa. Vale a pena fazer e conferir!!!


sábado, 29 de setembro de 2012

Chantilly vegetal

Uma das coisas que temos dificuldade nas receitas sem lactose é fazer cremes e recheios que se aproximem dos preparados com leite e derivados.
Na busca por alternativas descobri o chantilly vegetal que você encontra em várias marcas no mercado.
É uma boa opção para rechear e cobrir bolos, além da praticidade.
Eu experimentei o da Vigor que se chama Chanty Mix da linha Amélia Delicatessen.
Achei bem gostoso, doce na medida, super cremoso e ultra fácil de fazer.
É só deixar na geladeira por 12 horas e depois bater na batedeira até atingir o ponto necessário.
Os detalhes do produto vocês podem conferir aqui.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Amor aos Pedaços - bolo 70% cacau com morangos sem lactose e sem glúten

A Amor aos Pedaços está fazendo o Festival do Morango e lançou o bolo 70% cacau com morangos sem lactose e sem glúten.
O bolo é muito gostoso, não é muito doce, é bem marcante o sabor meio amargo do chocolate e do morango.
Eu já tinha falado das outras duas opções de bolo sem lactose que eles oferecem aqui, mas esse do festival é por tempo limitado, enquanto é a época da fruta, então vale a pena aproveitar.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Palazzo - opções de sorvete sem lactose


Conheci uma sorveteria e cafeteria muito simpática aos intolerantes à lactose em Brasília, a Palazzo. 
Geralmente eles costumam fazer de dois a três tipos de sorvete sem lactose por dia, sempre variando os sabores. O cuidado também está na hora de indicar no expositor, o que facilita e muito na hora de pedir. O sabor de maracujá sem lactose é dos deuses.
O atendimento da Palazzo também faz a diferença, sempre muito simpáticos.
A Palazzo fica na comercial da 706/707 da Asa Norte, de frente para a W4 e a nova filial na Asa Sul na SCLN 303.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Apaixonados por pizza sem lactose

Quando descobrimos a intolerância à lactose pensamos logo: E a pizza? 
Não tem jeito, todo mundo é apaixonado por pizza.
Não é a toa que uma das cenas mais engraçadas que li em um livro era sobre a tentativa de dois personagens entrarem em uma casa que não conheciam o dono. Eles não sabiam o que fazer para conseguir entrar, então tiveram a idéia de interfonar e falar: "Abre, trouxemos pizza!". E claro que o portão foi imediatamente aberto.   ( risos)
Há quem diga que uma pizza somente é uma pizza com cobertura de queijo. Errado!
Os  napolitanos discordam e os inventores da pizza como a conhecemos hoje merecem um crédito. O que faz uma pizza é  uma boa massa e um bom molho de tomate. Não é a toa que um dos mais populares e tradicionais sabores de pizza na Itália é o Marinara (foto) que é composto de massa, molho de tomate, azeite de oliva, orégano e alho. Mais simples impossível, mas essa pizza não deixa de ser extremamente saborosa, eu provei direto da fonte e o que posso dizer é que é simplesmente maravilhosa.
Outro detalhe é que a verdadeira pizza italiana não leva leite na massa, somente farinha de trigo, fermento, água e sal.  No entanto, quando vamos a uma pizzaria não podemos escapar da pergunta: "Na massa vai leite?" Porque existem lugares que ainda insistem em descaracterizar uma receita que já é originalmente boa. Pra quê? Eu me pergunto. Acho que as mãos de determinados cozinheiros coçam se não acrescentarem leite em todas as receitas. (risos)
Como uma boa massa sem lactose e um bom molho de tomate já é meio caminho andado para uma boa pizza, o restante dos ingredientes você decide! 
Eu sempre peço para tirar o queijo e os sabores que ficam mais gostosos na minha opinião são o de calabresa, portuguesa e atum. Aí se você quiser acrescentar cebola, azeitona, abobrinha ou berinjela assada fica  melhor ainda. Eu recomendo negociar a substituição do queijo por outro ingrediente, eu sempre faço isso. 
Já deu pra perceber que também sou uma apaixonada por pizza e aqui em Brasília descobri várias pizzarias  que preparam a massa sem leite. Achei que seria bom compartilhar essa informação aqui no blog para ajudar os que estão nessa procura.
Para quem mora em São Paulo, não deixem de ir na Speranza, o lugar em que comi a pizza  genuinamente napolitana mais longe de Nápoles. (risos)
Abaixo a  listagem das pizzarias em Brasília com a massa da pizza sem lactose, a maioria faz serviço de entrega:
  • Baco Pizzaria - SCLS 408, Bloco C, Loja 35, Asa Sul e SCLN 309, Bloco A, Loja 30, Asa Norte.
  • Capodanno - Terraço Shopping, Cruzeiro.
  • Fratello Uno Pizzaria - SCLC 103, Asa Sul e SCLN 109, Asa Norte.
  • Pizza a bessa - SCLS 214, Bloco C, Loja 40, Asa Sul e CLSW 101, Bloco B, Subsolo, Sudoeste.
  • Super Pizza - SCLN 116, Bloco D, Loja 10, Asa Norte.
  • Valentina Pizzaria -  SCLS 310, Bloco A, Loja 02/06, Asa Sul e SCLN 214, Bloco A, Loja 09, Asa Norte.
  • Vila Milagro - SCLN 116, Bloco A, Loja 18/20, Asa Norte.


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Docinho de abacaxi sem lactose X Brigadeiro sem lactose


Depois que publiquei a postagem "Como fazer uma festinha sem lactose ou quase" aqui, descobri as "Receitas sem leite - Gostosuras para crianças alérgicas ao leite" de Oswaldete Klaczko aqui e fiquei com vontade de experimentar duas receitas de docinhos sem lactose que seriam perfeitos para festinhas em casa.
Os escolhidos foram o docinho de abacaxi e o brigadeiro (1ª receita).
O legal de preparar essas duas receitas juntas é que uma leva 2 gemas e a outra leva duas claras,   aí não tem como haver desperdício de ovo.
Pela foto dá pra ver que esteticamente ficam iguaizinhos aos docinhos convencionais, o sabor é que muda. O de abacaxi lembra muito um beijinho de coco, inclusive a consistência. O brigadeiro fica mais parecido com uma trufa, inclusive o sabor e a consistência, é muito diferente do brigadeiro tradicional. Eu achei os dois bem gostosos, mas tenho alguns comentários a fazer sobre as duas receitas.

Docinhos de Abacaxi

Ingredientes:

1 xícara de Karo (usei um vidrinho pequeno que dá na mesma, conferi no medidor de xícara)
1 pacote de 100g de coco ralado
1 abacaxi pequeno descascado e ralado
2 gemas
1 colher de sopa de margarina (usei o creme vegetal Becel)

Preparo:

Misture todos os ingredientes, leve ao fogo e mexa até a massa despregar do fundo da panela, Retire a massa. Ponha num prato e deixe esfriar. Enrole formando bolinhas. Passe em açúcar cristal alisado.

Meus comentários:

Não pensei que demorasse tanto tempo para chegar no ponto de despregar da panela, é um bom tempo mexendo a massa. A massa não fica com aspecto homogêneo enquanto se está com ela no fogo e até quando chega no ponto de despregar da panela. Você acha que a receita não dará certo por isso, mas depois que a massa esfria e você vai enrolar os docinhos, é impressionante, a massa não gruda na mão, é muito fácil de enrolar e os docinhos ficam bem firmes, uniformes e consistentes. Quando você morde, os docinhos ficam exatamente na consistência de um beijinho de coco. O sabor é muito bom. Depois de enrolar e passar no açúcar cristal espetei cravinhos. Essa receita rendeu 35 docinhos pequenos.

Brigadeiro

Ingredientes:

1 tablete de 200g de chocolate meio amargo ( eu acabei usando a barra de 180g do chocolate meio
                                                                   amargo da Garoto, porque foi o que encontrei)
ATENÇÃO: Mudaram a formulação desse produto da Garoto que agora contém leite e não é mais indicado à intolerantes à lactose!

2 claras de ovo
3 colheres de sopa de açúcar

Preparo:

Derreta o chocolate em banho-maria. Bata a parte as claras em neve e coloque o açúcar, continue batendo. Depois misture o chocolate derretido e continue batendo. Fazer os brigadeiros com a massa e passa-los no chocolate granulado.

Meus comentários:

Depois de pronto esperei esfriar na temperatura ambiente, mas a massa continuou muito mole pra enrolar e resolvi levar para a geladeira. Depois de um tempo na geladeira, ela ficou bem consistente, com a ajuda de uma colher fui retirando e tentando fazer as bolinhas. As primeiras até que saíram, mas a medida que fui enrolando, o calor da mão foi derretendo o chocolate que ia grudando na mão e dificultando, aí tinha que lavar a mão e começar a enrolar de novo. Achei pouco prático isso, tanto que fiquei sem paciência de enrolar a massa toda. Próxima vez vou despejar em copinhos de brigadeiro de colher. Como falei antes, eles ficam gostosos, mas não ficam cremosos como os brigadeiros tradicionais, ficam com o sabor e a consistência mais parecidos com a de uma trufa.

Depois dessa experiência, fiquei com vontade de experimentar outra receita de brigadeiro sem lactose para ver se dá mais certo, a do blog O Diário de Receitas sem Lactose, por exemplo, porque é o melhor blog de receitas sem lactose que eu conheço. Recomendo!

Atualização: Karo é glicose/glucose de milho, parece mel, você encontra em qualquer supermercado em vidros, tem de diversas marcas, o Karo é um dos mais conhecidos, mas pode ser qualquer um.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Tachão - bananinha coberta com chocolate sem lactose e sem glúten


Eu experimentei as bananinhas cobertas de chocolate da Tachão de Ubatuba - Doces Artesanais já há algum tempo em um restaurante, eles vendiam as barrinhas avulsas. Achei uma delícia.
Esse fim-de-semana achei um pacotinho de 200g que vem com 7 barrinhas no Oba da 210 Norte e comprei.
Fui examinar a embalagem mais atentamente e descobri que além de ser sem lactose (eu já tinha examinado os ingredientes da outra vez), também não contém glúten.
Elas são bem gostosas, lembram um bombom de chocolate recheado, o sabor é bem diferente da banana passa.
Para quem quiser conhecer um pouco mais os produtos da Tachão, pode acessar o site deles aqui.

domingo, 2 de setembro de 2012

Bolo salgado sem lactose


Ingredientes:

3 ovos
2 xícaras de chá de água (na receita original é leite ao invés de água, já testei com o leite de soja e achei que alterou muito o sabor, preferi com água)
1 xícara de chá de óleo (sempre uso menos, de 1/2 xícara a 3/4 de xícara, com 1 xícara fica muito gorduroso pro meu gosto)
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de fermento em pó


Recheado com frango desfiado temperadinho e ervilhas

Preparo:

Bater na batedeira 3 claras em neve e depois reservar.
Bater em outro recipiente na batedeira as 3 gemas, a água, o óleo, a farinha de trigo, o sal e o fermento. 
Preparar o recheio do bolo com o que quiser (pode ser atum ou sardinha ou frango desfiado ou carne moída ou desfiada, mais ervilha, milho cozido, legumes cozidos cortados em cubos pequenos, salsa, cebolinha, azeitonas, enfim, você pode fazer a combinação que desejar).
Acrescentar o recheio à massa das gemas. Quando tudo estiver misturado, colocar as claras em neve mexendo levemente. Levar para assar no forno em fôrma untada e enfarinhada por aproximadamente 30 minutos.